Organismos geneticamente modificados (OGM’s)

RICARDO MINI copy  CIÊNCIA POLITICA

REFLEXOES DE RICARDO copy

Estou farto, fartinho de gente ignorante e que promove a ignorância. Uma coisa é fazerem-no de uma forma inadvertida, como eu bem creio que seja o caso, pelo menos, da maioria das pessoas, senão até de todas, outra é toda a gente se calar perante isto.

Agora a nova fonte de entretenimento do PCP são os organismos geneticamente modificados. Como bons políticos que são, só sabem “resolver” problemas com base em legislação. E, o que é a legislação? Leis. E, o que é que normalmente implicam as leis? Proibições. Pelo menos, para esta gente, que não tem competência, conhecimentos nem criatividade para mais.

Ai agora os organismos geneticamente modificados têm de ser proibidos porque são nefastos para a saúde humana? Ai sim? Não! Os organismos geneticamente modificados são todos aqueles que podem ser alterados através de engenharia genética, modificando os seus genes, para que sejam traduzidos em proteínas que modificam as características do organismo. E, na cabeça desta gente, isto é incondicionalmente negativo. Não é negativa a instrumentalização monetária da ciência, na qual empresas como a Monsanto utilizam as técnicas de modificação genética para melhorarem os organismos visados com vista à maximização dos lucros, podendo produzi-los mais rápido, fazê-los crescer mais rápido, permitir que desenvolvam características que são mais “vendíveis”. Não, não é isto. Porque a proposta de lei é absoluta, não descrimina quais as práticas que podem ser penalizadas. O que é penalizada é a comercialização de organismos geneticamente modificados. Não é regulamentada a sua produção, não é regulamentado o controlo de qualidade dos produtos, não são exigidos estudos que comprovem a segurança dos organismos quando ingeridos por um ser humano ou um outro animal que só são rigorosos quando submetidos a peer review. Aliás, isto com certeza que estes burocratas desconhecem completamente.

Ou seja, criam-se leis, com base em ignorância e em modas. Porque, sim, agora é moda para o pessoal de esquerda ser contra os OGM. Tanto que desconhecem completamente quais as técnicas utilizadas para modificar geneticamente um organismo, desconhecem os princípios em que se baseiam, desconhecem biologia molecular e celular, desconhecem engenharia genética, desconhecem genética, evolução e ciências ómicas. Desconhecem tudo isto, e só porque gente sem escrúpulos de determinadas corporações instrumentaliza o processo para maximizar os lucros, não se vai sancionar estas práticas, não se vai penalizar a empresa, que é o razoável. Não, não. Vai-se atacar tudo quanto é organismo geneticamente modificado, na mais absoluta ignorância das vantagens que estes organismos podem ter, se as modificações genéticas forem estudadas com rigor, assim como os seus efeitos no organismo em si e nos organismos com os quais interage molecularmente.

E, claro, vamos começar mais uma caça às bruxas. Agora são os OGM’s. Portanto, quem quiser fazer trabalho científico decente em relação a OGM’s, provavelmente também nem nunca vai cheirar bolsas, porque deve ser outro que quer andar para aí a causar doenças às pessoas.

É o que dá ter gente ignorante, que só porque tem um cargo que publicamente é associado a uma especialização em tudo e mais alguma coisa, tem legitimidade para mandar bitaites ignorantes sobre temas que desconhece em absoluto e para condicionar o progresso da humanidade através do conhecimento científico apenas porque faz parte da cartilha do pólo político ser contra esse algo.

Mais uma coisa. Para aqueles que acham que por não se alimentarem de produtos geneticamente modificados, estão a alimentar-se de algo mais “natural”, vão aprender algo sobre história da agricultura, para perceberem que não há um único organismo vegetal do qual se alimentem que não tenha sido geneticamente modificado, mas de forma indireta, pelos vossos antepassados, para que se possam sequer alimentar dele. Pensem nisso, para ver se começam a tirar macaquinhos da cabeça.

Ler: Proibição de transgénicos em debate no parlamento (Sic Notícias)

Ver:

Ricardo Lopes

 

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s